quarta-feira, 4 de abril de 2012

SENTIDO DENOTATIVO E SENTIDO CONOTATIVO

Considere as palavras destacadas nestes dois enunciados:


1. Pela janela aberta, refletia-se, no espelho da sala, a paisagem do quintal.


2. No espelho do córrego, bailam borboletas bêbadas de sol.
         Carlos Drummond de Andrade




Em 1, a palavra destacada apresenta -se em seu sentido usual, comum. O contexto de que ela faz parte possibilita-nos entender espelho como um "objeto de vidro polido que reflete imagens". Dizemos, por isso, que essa palavra está empregada em seu sentido denotativo ou literal. 


Em 2, um novo contexto leva-nos a interpretar de outra forma a palavra espelho. A expressão "do córrego" traz uma informação que nos auxilia a entender espelho como "superfície plana e brilhante da água". Dizemos então que, nesse caso, espelho tem sentido conotativo ou figurado


Ainda no enunciado 2, as duas outras palavras destacadas também têm sentido conotativo: bailam evidentemente não significa que as borboletas movimentam o corpo ao som de uma música, e sim que elas voam de forma delicada, suave; bêbadas, por sua vez, é uma referência ao voo aparentemente confuso e sem rumo das borboletas.


Essas comparações mostram que as palavras podem apresentar diferentes sentidos, dependendo do contexto em que ocorrem. Assim, temos:


Sentido Denotativo: literal, comum; aquele que exprime a significação usual da palavra.


Sentido Conotativo: figurado; dependente de um contexto particular.


Referência Bibliográfica: Novas palavras, nova edição / Emília Amaral, Mauro Ferreira do Patrocínio, Ricardo Silva Leite, Severino Antônio Moreira Barbosa. - 1. ed. - São Paulo: FTD, 2010. - (Coleção Novas Palavras, nova edição; v. 1)


video

Nenhum comentário:

Postar um comentário